Projetos

O projeto focaliza, no campo dos estudos críticos do discurso, e no campo mais amplo da Linguística Aplicada, as formas como a mídia jornalística eletrônica representa, em notícias, a violação de direitos e a violência contra a população em situação de rua no BrasilOs objetos da investigação são textos coletados nos portais dos jornais O Globo, Correio Braziliense e Folha de S. Paulo. O recorte temporal para a coleta de dados será o intervalo 2011-2013.

O projeto propõe analisar como esses meios representam a dinâmica da violação de direitos e da violência contra pessoas em situação de rua. Esta pesquisa surge também da necessidade de explicar e compreender os potenciais efeitos sócio-políticos e culturais da ação da mídia sobre as possibilidades de superação de processos de desigualdade e exclusão, que sustentam diversas formas de violência. Com base em pesquisas anteriores, sabemos que a chamada ‘grande mídia’ tende a representações preconceituosas da população em situação de rua. Reconhecida a importância da ação midiática para a consolidação de formas de representar e interpretar a realidade, essas representações, muitas vezes repetidas em diferentes tipos de textos, também têm efeitos potenciais nos modos como agimos em relação à situação de rua. A repetição de representações pejorativas e sua aceitação pela sociedade, servindo de base para preconceito, poderiam explicar, ao menos em parte, os casos de violência extrema e de violação de direitos?