Pesquisa

O objetivo geral do projeto "Práticas docentes em perspectiva crítica: contribuições dos estudos do discurso" é pesquisar práticas sociais de ensino-aprendizagem de português como língua materna, à luz da perspectiva crítica de estudos da linguagem desenvolvida pela Análise de Discurso Crítica (Chouliaraki & Fairclough, 1999; Fairclough, 1989, 1995, 2001, 2003; Resende & Ramalho, 2006; Ramalho & Resende, 2011; Resende & Ramalho, 2012; Rogers, 2011; Voese, 2004).

Para esta concepção crítica que fundamenta o projeto, a linguagem é um momento irredutível da vida social, que se relaciona dialeticamente com os outros momentos: ação e interação, relações sociais, mundo material e pessoas (com suas crenças, valores, histórias). Isso implica que práticas sociais são constituídas simultaneamente por todos esses momentos, de modo que questões sociais são, em parte, questões de discurso, e vice-versa (Chouliaraki & Fairclough, 1999). Nessa perspectiva, o foco do projeto são práticas de ensino-aprendizagem de português como língua materna no Brasil, entendidas como práticas socioculturalmente situadas que envolvem (inter)ações, relações sociais, pessoas e discurso num mundo material particular e, por isso, são práticas de (inter)ação, de construção, de distribuição e de circulação de conhecimento, assim como de constituição de identidades, que podem instaurar, reproduzir e/ou superar relações assimétricas de poder (Street, 1984; Barros & Assis-Peterson, 2010; Thompson, 2002). Utilizamos abordagem teórico-metodológica predominantemente qualitativa, de cunho documental e etnográfico, orientada pelos pressupostos da crítica-explanatória da Análise de Discurso Crítica, pela qual buscamos investigar problemas sociais parcialmente discursivos tendo em vista objetivos críticos e emancipatórios. Com base nessa abordagem crítica, buscamos estudar (i) processos de ensino-aprendizagem de português como língua materna em práticas escolares situadas; (ii) eventos de letramento situados; (iii) práticas, técnicas e instrumentos didático-pedagógicos de ensino-aprendizagem de português como língua materna; (iv) (inter)ações e relações sociais implicadas em práticas situadas de ensino-aprendizagem; (v) representações do ensino-aprendizagem de língua materna; (vi) processos de identificação em práticas escolares; (vii) estratégias para formação (continuada) de educadores/as críticos/as, com base nos pressupostos sociodiscursivos que fundamentam as diretrizes nacionais de ensino de língua materna, preparados/as “para atuar em programas que buscam desenvolver a capacidade das pessoas para a crítica linguística, incluindo capacidades de análise reflexiva do próprio processo educativo”, buscando favorecer uma relação crítica com o próprio conhecimento (Fairclough, 1995, p. 221; Giroux & Aronowitz, 1993). Projeto em andamento.

Palavras-chave: linguagem-sociedade; discurso; letramento crítico; ensino de língua materna.

Referências

ARONOWITZ, S. & H. A. GIROUX. Education still under siege. Critical studies in education and culture. Westport, Conn: Bergin & Garvey, 1993.

BARROS, S. M. & ASSIS-PETERSON, A. A. (Orgs.). Formação crítica de professores de línguas: desejos e possibilidades. São Carlos: Pedro & João, 2010.

CHOULIARAKI, L. & FAIRCLOUGH, N. Discourse in late modernity: rethinking Critical Discourse Analysis. Edinburgh: Edinburgh University, 1999.

FAIRCLOUGH, N. Critical discourse analysis: the critical study of language. London: Longman, 1995.

FAIRCLOUGH, N. Discurso e mudança social. Trad./org. Izabel Magalhães. Brasília: Universidade de Brasília, 2001.

FAIRCLOUGH, N. Language and power. London: Longman, 1989.

FAIRCLOUGH, N. Analysing discourse: textual analysis for social research. London; New York: Routledge, 2003.

RAMALHO, V. & RESENDE, V. M. Análise de discurso (para a) crítica: o texto como material de pesquisa. Campinas: Pontes, 2011.

RESENDE, V. M. & RAMALHO, V. Análise de Discurso Crítica. São Paulo: Contexto, 2006.

RESENDE, V. M. & RAMALHO, V. Leitura e Produção de Textos na Universidade: roteiros de aula. Coleção Ensino de Graduação. Brasília: Universidade de Brasília, 2012.

STREET, B. Literacy in theory and practice. Cambridge: Cambridge University Press, 1984.

VOESE, I. Análise do Discurso e o ensino de Língua Portuguesa. São Paulo: Cortez, 2004.